28 de October de 2021

Publicidade

Campanha de Vacinação Antirrábica começa sexta-feira

Post Vacinação Antirábica 2016

A Secretaria de Saúde de Porto Seguro, através do Centro de Zoonoses, inicia, na próxima sexta feira, 08/04, a Campanha de Vacinação Antirrábica 2016. O objetivo é imunizar cães e gatos a cima dos 3 meses de idade contra o vírus da raiva. A meta do Departamento de Vigilância em Saúde é imunizar 90% da população canina e felina, totalizando cobertura estimada de 27.000 animais, em todo o município.

A Campanha, que prossegue até 30 de abril, terá pontos de vacinação volantes montados em diversas regiões da cidade, tendo a participação de equipes de vacinadores que percorrerão distritos e as demais comunidades, objetivando alcançar todos os animais.  A contra indicação da vacina é para  fêmeas no fim da gestação, animais doentes e debilitados.

A Secretária de Saúde, Edna Alves, enfatiza a relevância da campanha e convida a população para aderir à campanha. “É uma vacina extremamente importante. Sabemos o quanto os animais estão inseridos em nosso convívio, portanto, todos os de cães e gatos devem ser levados aos postos de vacinação volantes para que sejam imunizados. Contamos com o empenho dos profissionais de saúde e a adesão da população à campanha”, afirma.

Sobre a Raiva animal 

A raiva é uma doença viral e infecciosa, transmitida por vírus presente na saliva e secreções do animal infectado. A vacinação é a medida mais importante para a prevenção e controle da doença, caracterizada pelo contágio direto, através de mordidas, arranhões ou lambedura de cães e gatos infectados. No homem, os sintomas, que podem levar até a morte, são paralisia dos membros inferiores, febre, mal-estar, depressão mental, agitação e salivação intensa.

A Prefeita Cláudia Oliveira explica a necessidade de manter a barreira imunológica capaz de interromper a transmissão do vírus da raiva para os animais, evitando a transmissão ao homem. “A vacinação é uma das principais ações de controle da raiva animal, responsável pela diminuição do número de casos desta terrível doença nos cães e gatos, impossibilitando a contaminação humana. A doença pode ser evitada, sendo fundamental a efetiva imunização”, enfatiza a Prefeita Cláudia Oliveira.

Ascom-Secretaria de Saúde

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*