16 de October de 2021

Publicidade

Bebê continua desaparecido após acidente de barco em Trancoso

Continua desaparecido o bebê de aproximadamente oito meses após acidente de barco no Rio dos Frades, ao sul de Trancoso, pertencente ao município de Porto Seguro, região turística da Bahia, ocorrido no último sábado (12). Em contato com o G1 na manhã desta quarta-feira (16), o coronel do Corpo de Bombeiros, Joelson Rezende, informou que as buscas continuam.

“Há muita dificuldade. Ele pode ter sido levado pela correnteza, pode estar preso na área do manguezal, entre as pedras dos corais. Continuamos, junto com a Marinha, fazendo as buscas. Contamos também com a ajuda da comunidade. É como procurar agulha no palheiro. Quanto mais tempo passa, mais complicado fica”, relatou.

Tragédia

Um homem de 44 anos e a filha dele, de apenas um ano e oito meses, morreram após acidente envolvendo uma embarcação de pequeno porte onde eles estavam com mais cinco familiares e um amigo na foz do Rio dos Frades.
Segundo a Marinha, a embarcação levava oito pessoas em área de foz do rio, que fica próxima ao mar, quando uma onda atingiu o barco, que afundou de proa (parte dianteira) com as pessoas a bordo.
Três ocupantes – o homem de 44 anos e a filha dele, e o bebê de 8 meses – desapareceram. Os outros cinco que estavam na embarcação foram resgatados com vida.

De acordo com comunicado emitido pela Capitania dos Portos, o acidente com a embarcação ocorreu por volta das 18h30 de sexta-feira (11), e o horário com pouca luz dificultou a localização imediata das vítimas. Os corpos de pai e filha foram localizados por volta das 10h do último sábado. Ainda conforme apuração da Marinha, estavam no barco um casal e mais três filhos – entre eles, o pai e a garota, que foram resgatados sem vida.
Também a bordo estava a cunhada da vítima de 44 anos e o filho dela, o bebê de oito meses que está desaparecido desde o sábado. Um amigo da família também estava a bordo. Um inquérito administrativo foi instaurado para apurar as causas do acidente.

Fonte: G1

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*